LogotipoO Movimento dos Cursilhos surge no singular contexto social, económico e religioso da Espanha na década de 1930-1940.

Começa a nascer com o fim da Guerra Civil de Espanha, que durou de 1936 a 1939, deixando a economia do país completamente arruinada.

Nesta Espanha de pós-guerra a situação religiosa também era complexa. A Igreja vivia uma experiência muito difícil de insegurança e perseguições e não existia uma autêntica vida cristã coerente.

Surge então um grupo de jovens da Ação Católica que, com alguns sacerdotes, desenvolvem o que hoje se poderia chamar de uma nova forma de evangelizar, especialmente junto dos mais afastados de Deus e da Igreja, que posteriormente se denominou como “Cursilhos de Cristandade”.

O primeiro Cursilho no mundo surgiu em Maiorca (Espanha) de 20 a 23 de agosto de 1944.

O primeiro Cursilho de Portugal iniciou-se em Fátima a 28 de novembro de 1960 e, na Diocese do Porto, segunda diocese do país a ter Cursilhos, realizou-se de 12 a 15 de abril de 1961, no Seminário Maior do Porto.

Hoje, o Movimento é universal e encontra-se espalhado por todo o mundo, desde a Europa à Ásia e Oceânia, passando por todo o continente Americano até à África.

É um Movimento que se tem preocupado em não estar estagnado, mas sempre perspetivando uma dinâmica de futuro.

O Movimento tem por finalidade a fermentação cristã dos ambientes.

É um Movimento de Evangelização que se preocupa que cada homem e cada mulher vivam uma experiência única – “O Cursilho” – que possibilita a cada um a vivência intima de três grandes encontros: consigo próprio, com Deus e com os outros.

Esta experiência pretende transformar homens em cristãos conscientes e responsáveis para que nos seus ambientes, no mundo, possam viver e testemunhar o Cristo ressuscitado.

A Paróquia de Canidelo tem cursilhistas desde quase os primeiros cursilhos realizados na diocese e, hoje, passados 54 anos, pode contar com cerca de 400 pessoas que tiveram a felicidade de viverem essa experiência.

Sabemos que nem todos se integraram, nem todos assumiram a finalidade do Movimento.

Contudo, temos a certeza que a vivência de um Cursilho deixa uma marca indelével e que ele foi, para muitos, mote para se lançarem noutras “aventuras” apostólicas ou de empenho em serviços comunitários, sociais ou políticos.

O Movimento dos Cursilhos de Cristandade não pretende diretamente um FAZER CRISTÃO, mas põe toda a importância no SER CRISTÃO, porque quando se é, então FAZ-SE.

Os cursilhistas de Canidelo reúnem-se na última 6ª feira de cada mês, pelas 21h30, na Igreja Matriz de Santo André, para um encontro de oração.

Calendário de Atividades

  • Ano Pastoral 2017/2018

Calendário de Atividades do Ano 2017/2018

  • Ano Pastoral 2016/2017

Calendário de Atividades do Ano 2016/2017

  • Ano Pastoral 2015/2016

Calendário de Atividades do Ano 2015/2016

Calendário de Atividades da Diocese do Porto do Ano 2015/2016